Select your location
Internacional - Inglés

Estilo Industrial em Design de Interiores

Noticias

O estilo industrial nasceu nos Estados Unidos na década de 1950, quando um grande fluxo de artistas – fotógrafos, pintores, escultores e todos os tipos de criativos – migrou dos centros das grandes cidades para os subúrbios. Em busca de luz e espaço, eles converteram antigas fábricas em casas, criando espaços inspiradores e de plano aberto, nos quais a criatividade fluía.

Esses ambientes abertos e conectados formavam o cenário ideal para se trabalhar e viver. Mais tarde, a tendência se espalhou por Londres e outras cidades europeias, como Paris e Praga, tornando-se popularizada em todo o mundo.

O estilo industrial se reinventa, mas permanece fiel às suas origens

O loft living em estilo industrial continua forte até hoje, quase 70 anos após o surgimento da tendência, com janelas grandes, pilares, vigas expostas, dutos e canos de esgoto e espaços generosos em plano aberto com tetos altos e poucas divisórias. O luxo da simplicidade é a regra de ouro.

Esses espaços sem adornos revelam os materiais e o estilo de construção grosseiro do passado, enquanto se adaptam às necessidades e à tecnologia dos estilos de vida atuais. O resultado é um ambiente confortável, acolhedor e amigável que mantém sua essência vintage.

Um estilo arquitetônico simples e autêntico

Espaços mais despretensiosos do que nunca, com beleza e simplicidade em igual medida. Os materiais e acessórios originais da construção enfatizam a presença estética e decorativa das paredes de tijolo e cimento. Além de revelar as ferragens e as vigas de madeira dos tetos altos, ficam expostos a eletricidade, os dutos de ventilação e até os trabalhos de canos e tubulações. Tudo está à vista, não há segredos!

Quando se trata de pisos e paredes, um dos mais utilizados é o microcimento, que fornece uma superfície extremamente prática e fácil de limpar e manter. Materiais que imitam cimento estão em voga, como Orix by Dekton by Cosentino, cuja aparência envelhecida em cimento cinza confere aos espaços uma sensação decadente e boêmia, tão típica da estética industrial. Materiais sem adornos estão voltando a serem usados em casas.

Como decorar um espaço com personalidade

Não há necessidade de morar em um loft enorme, porque, graças às técnicas de design de interiores e materiais arquitetônicos, podemos recriar a aparência industrial em qualquer casa, escolhendo peças com uma aparência substancial e marcante, principalmente madeira não tratada, metal e couro. Para estantes, o metal é sempre uma aposta segura, com estruturas remanescentes de escritórios antigos ou ainda hoje vistos em armazéns ou depósitos.

Outro fator essencial na escolha de móveis de estilo industrial é a reaproveitamento (upcycling), ou seja, a reciclagem e a criação de novos usos para peças antigas, como pallets de madeira, estruturas de mesa e bancos. Bobinas recuperadas podem ser usadas como base de uma mesa e as antigas máquinas de elevadores penduradas na parede como uma peça de escultura. Qualquer um desses elementos adicionará uma enorme dose de personalidade.

Materiais e texturas que lembram a era da fabricação

Como mencionamos anteriormente, nossas paredes podem atuar como uma tela e, brincando com sua textura, elas podem se tornar um recurso de destaque em nossa casa. Paredes expostas de tijolo, cimento e concreto são características icônicas do estilo industrial, por exemplo. As paredes podem ser deixadas sem gesso ou, para obter um efeito semelhante, cobertas com uma tinta industrial cujo efeito decorativo lhes confere um efeito envelhecido. Outra opção é papel de parede ou vinil. E existem até produtos de revestimento inovadores, como a coleção da série industrial da Dekton by Cosentino, que confere às superfícies uma aparência enferrujada. Os tons neutros dominam esse estilo decorativo, como a cor Soke, ideal para quem procura recriar o piso de cimento clássico, ou Trilium cuja textura que imita a rocha vulcânica com toques atraentes de preto e cinza, produz um resultado de alto impacto.

O visual industrial está de volta e veio para ficar. Você está pronto para abraçar esse estilo urbano onde a funcionalidade reina suprema?


Previous article
Cosentino apresenta Grandes Designers: Talita Nogueira